Tutoriais & Dicas

Como Escolher seu Computador para Day Trade

Quer saber qual a melhor configuração de computador para day trade? Qual monitor comprar? Que tipo de mouse é melhor? Devo comprar um Desktop ou Notebook?

Ao longo deste artigo você vai conhecer os principais componentes de um computador e aprender tudo que precisa para comprar o melhor equipamento para suas operações de day trade.

Vamos começar?

( Caso queira ir direto pra as sugestões de notebook ou pc para day trade clique aqui.)

Conhecendo seu Computador “por Dentro”

Com tantas escolhas a fazer como diversas siglas, nomes, marcas e configurações podemos ficar confusos e sem conseguir saber quais as melhores opções.

Por isso é importante que você entenda quais são os principais componentes de um computador ou notebook e assim consiga fazer uma boa compra.

Os principais componentes de um computador ou notebook são:

  • Placa-mãe
  • Processador
  • Memória
  • Unidade de armazenamento de dados (HD ou SSD)
  • Fonte
  • Placa de vídeo

Temos também alguns periféricos importantes, como:

  • Monitor
  • Teclado
  • Mouse
  • Caixa de som
  • No Break

Primeiro, vamos agora detalhar cada um destes itens e depois daremos algumas sugestões e links de notebook ou desktop para você pesquisar e comprar.

A Placa Mãe

Como o próprio nome diz a placa-mãe é como uma central. Ela une todos os componentes, através de caminhos que permitem a troca de informação entre processador, chips gráficos, memórias, HD´s, periféricos, placas e etc.

Além de permitir o tráfego de informação, a placa-mãe também alimenta alguns periféricos com energia elétrica que recebe da fonte de alimentação, resumindo sem ela o computador é apenas um aglomerado de chips e placas independentes.

A placa-mãe não precisa ser offboard (quando não possui placa de vídeo (GPU) integrada e placas).

Atualmente, existem várias placas de vários fabricantes que possuem um vídeo integrado de qualidade semelhante ou até maior do que placas de vídeo top de linha lançadas há 2 ou 3 anos atrás.

Se sua ideia for montar um computador para rodar os jogos mais atuais nas definições máximas sem dúvida nenhuma a placa-mãe precisa ser offboard e a placa de vídeo ou as placas de vídeo precisam ser os últimos lançamentos dos maiores fabricantes/montadoras do mercado (AMD “Radeon”, Nvidia “GeForce”).

Mas, se você está apenas montando um computador para day trade, uma placa-mãe com chip gráfico integrado é mais que suficiente.

As marcas mais conhecidas do mercado são: ASUS, Gigabyte, ASRock, MSI e ECS.

Sugestões:

Anote: A escolha de um modelo específico de placa-mãe está diretamente ligado a escolha do fabricante e do slot do processador, basicamente existem placas para processadores Intel e processadores AMD.

O Processador

Como alguns dizem, se a placa-mãe é o corpo de um computador o processador com certeza é o coração.

A escolha de um processador começa com o fabricante. Atualmente no mercado as maiores fabricantes de CPU’s/APU´s são a Intel e a AMD, ambas gigantes em seus ramos e com anos de tradição na fabricação destes componentes.

Basicamente o processador é o local onde são processadas todas as informações que são enviadas dos diferentes periféricos.

Os mais conhecidos e atuais modelos da Intel são os processadores da família Core (Core i3, Core i5, Core i7 e Core i9 atualmente na sua 9ª geração) e os da AMD família Ryzen (Ryzen3, Ryzen5 e Ryzen7).

Os processadores AMD geralmente tem valores mais acessíveis se comparados com os modelos equivalentes da Intel, portanto, a escolha muitas vezes acaba sendo apenas pessoal.

Sugestões:

Anote: Lembrem-se que sempre que um fabricante (Intel ou AMD) lança uma nova geração de processadores, este processador possui o preço bem elevado, como um carro no lançamento do ano, sendo que o do ano anterior muita das vezes atende perfeitamente a necessidade da maioria das pessoas, seguindo o raciocínio se você adquiri um processador uma, duas ou até três gerações abaixo da atual vai estar economizando uma boa grana e ainda assim tendo uma excelente performance.

A Memória

 As memórias do tipo SDRAM “Synchronous Dynamic Ramdom Acess Memory” (dinâmica), são responsáveis por guardar os dados temporariamente, ou seja, durante o processamento dos dados, elas são do tipo volátil isto significa que, quando o computador é desligado, elas perdem a informação que estavam guardando.

Atualmente as memórias RAM como são popularmente chamadas mais utilizadas são as DDR3 e DDR4 “Double Data Rate”.

Para não deixarmos as coisas mais complicadas vamos deixar de lado os diferentes clock´s disponíveis,ok?

Uma boa capacidade de memória para se utilizar em um computador gira entre 4 a 8GB, pois menos de 4GB provavelmente teremos uma máquina lenta ao instalar o sistema operacional (Windows) e demais programas necessários.

Pelo preço atual do mercado a diferença de 4GB para 8GB é pequena e chega a valer a pena já adquirir o equipamento com 8GB de memória.

Colocar mais de 8GB como por exemplo 16GB pode ser um exagero e um desperdício de dinheiro caso use o computador somente para operar.

Sugestões:

Anote: Na hora de comprar memórias procure comprar sempre que possível dois chips ao invés de um, por exemplo: ao invés de comprar um chip de 8GB comprar dois chips de 4GB, pois além de funcionarem no que chamamos de “Dual Channel” fazendo com que a velocidade final aumente se comparado com apenas um chip “Single Channel” caso tenha problemas como a queima de um o outro pode ser utilizado até a substituição do chip queimado não deixando assim de utilizar o computador durante esse processo.

Unidade de Armazenamento (HD ou SSD)

Unidade de armazenamento é o local onde ficam salvos todos seus dados e programas, ou seja todo e qualquer tipo de informação está salvo nela.

Antigamente a opção mais utilizada e conhecida era o famoso HD, ainda hoje é muito comercializado mas surgiu uma outra unidade de armazenamento conhecida como SSD que faz a mesma função porém possui um funcionamento completamente diferente e tem algumas vantagens e desvantagens ao comparada com o HD.

Vantagens:

  • Taxa de leitura e gravação dos dados extremamente maior. Sendo assim aumenta e muito na performance do equipamento.
  • · Não possui um sistema mecânico como o HD e então por isso não sofre com os famosos Bad Blocks ou seja, danos causados por pancadas, quedas de energia, etc.
  • Pode ser reutilizada tanto em notebooks ou computadores desktops. Já no caso do HD se ele foi comprado no formato de 3,5pol para computadores não poderá ser instalado futuramente em um notebook que teria que ser no formato de 2,5pol.
  • É silencioso, consome menos energia e não esquenta como o HD.

Desvantagem:

  • Preço mais caro quando comparado com a mesma capacidade de armazenamento que o HD.

Hoje esse é um componente que está diretamente ligado a performance do seu equipamento. Atualmente o tamanho de um HD padrão seria de 1TB ou seja 1000GB, sendo que na maioria dos computadores com o sistema instalado e todos os programas básicos não devem ultrapassar mais de 100GB de uso, então com um preço até acessível você consegue comprar um SSD de 240GB, ganha em performance e evita de ter espaço a mais desnecessariamente caso você tivesse comprado um HD.

Lembrando que caso você goste de salvar filmes, séries entre outros arquivos pesados você poderá utilizar um HD externo e fazer a cópia para dentro dele.

Vale ressaltar que o ideal é você utilizar este equipamento para o âmbito profissional, mantendo assim o equipamento em perfeito funcionamento, evitando vírus e um monte de problemas relacionados ao mau uso que podem impactar no seu dia-a-dia profissional e te causar prejuízos financeiros.

Sugestões:

Fonte

A fonte de energia de um equipamento é exatamente o que o nome já diz, ela que fornece energia para que todos os componentes funcionem corretamente. Então se tratando de fonte a primeira coisa que temos que levar em conta é quais placas e componentes você tem no seu equipamento, porque é ela que vai alimentá-los.

Exemplo 01: PC Gamer que contém uma placa de vídeo super top e que consome bastante energia, nesse caso existem as fontes reais de 500w, 600w, 1000w, etc.

Exemplo 02: Computador padrão para utilizar um monitor somente. Neste caso a fonte básica que todo computador vem já é o suficiente. Colocar uma real de 600w é desperdiçar dinheiro.

Exemplo 03: Computador padrão mas com uma placa de vídeo offboard para utilizar 2 monitores. Neste caso uma fonte básica até aguentaria mas para prolongar a vida útil do computador o ideal é adquirir uma fonte real de 400w ou 500w.

Sugestão:

Placa de Vídeo

Se você não é um gamer que quer jogar e operar ao mesmo tempo. Você pode adquirir um modelo básico mas que tenha múltiplas saídas HDMI, VGA e DVI e já será o suficiente, caso futuramente precisar ligar 2 ou até 3 monitores você já conseguirá sem ter que trocá-la.

Sugestão:

Teclado e Mouse

São dois componentes importantes que serão bastante utilizados no nosso dia-a-dia. Existem diversos modelos e marcas, de regra geral, não utilizem os modelos mais baratos e básicos pois desgastam rápido e obviamente darão problemas também na mesma velocidade.

Cada pessoa pode ter uma posição ideal ou achar confortável certos modelos, o ideal é realmente ir em uma loja tirar da caixa e fazer um teste rápido no local, sentindo o toque das teclas, o encaixe do mouse na mão e um detalhe do mouse é sua resolução, quanto maior o DPI mais preciso o mouse é, em média um mouse de 1000DPI já te dará uma precisão muito boa na hora de fazer seus cliques.

Outra dica é a compra de um mouse gamer, pois ele terá alta resolução e uma excelente ergonomia por se tratar também de um ramo onde se depende completamente dele.

Sugestão:

Particularmente, não dava tanta atenção à esta questão de mouse e teclado, porém, como passamos diversas horas operando, o conforto e ergonomia acaba sendo uma questão fundamental!

Caixa de Som

Um acessório básico mas que pode servir para além de ouvir uma boa música. A caixa de som pode ser utilizada para emitir sinais sonoros programados para nos alertar de alguma ação, seja desde o alarme para um momento de atenção no mercado, ou até mesmo para te avisar quando sua ordem foi executada ou cancelada. Caso o uso seja apenas para o ambiente profissional, modelos mais básicos do mercado já serão suficiente.

Sugestão:

Nobreak

O nobreak para quem ainda não conhece, nada mais é que um estabilizador que possui baterias para caso a energia acabe você ainda terá alguns minutos para zerar suas posições, encerrar os programas, desligar o computador corretamente e assim esperar até que a energia elétrica volte ao normal.

A sua autonomia vai depender da potência e dos equipamentos conectados a ele. No caso do notebook este periférico não será necessário pois o mesmo já possui uma bateria interna que mantém o equipamento ligado por um determinado tempo.

Sugestões:

Comprar um Notebook ou Desktop?

Esta é uma dúvida muito frequente!

Caso você só tenha um notebook no momento, é importante que ele possua as configurações similares às descritas para o computador desktop.

Entenda que o tamanho da tela pode ser um fator limitante, pois você não conseguirá acompanhar muitos ativos ou dispor de muitas ferramentas na sua tela de notebook, certo? É importante observar as saídas de vídeo que você possui em seu notebook, normalmente terá uma saída HDMI, possibilitando você ligar uma tela extra, dando assim a oportunidade de expandir caso precise de mais espaço na sua área de trabalho.

Então, isto nos leva à outra questão fundamental para você montar sua trading station:

Qual o tamanho de monitor? quantos monitores eu preciso?

Então, vamos à questão do monitor para trader.

Quantos Monitores Preciso Para Operar?

Existem traders que trabalham com 6 monitores e traders que usam apenas 1 monitor.

Logo, não existe uma regra definitiva e a lógica é simples:

Quanto mais ativos você acompanha simultaneamente, quanto mais ferramentas você usa em suas análises, mais monitores! Simples assim.

Eu, por exemplo, opero dólar futuro e uso apenas um monitor, mas tenho um segundo monitor para assuntos fora do trading.

Agora existem traders, que operam o mercado de índice futuro, que acompanham diversas ações e gráficos e que precisam mais telas, certo?

Porém, no início você pode começar com apenas uma tela e caso perceba a necessidade de novas ferramentas ou opere mais ativos, vai aumentando gradativamente a quantidade.

O tamanho de monitor pode ser a partir 19,5” polegadas. Eu uso um de 23 polegadas e outro de 21 polegadas.

Existem modelos atuais que dão uma visão muito interessante, que são os modelos UltraWide, eles são mais esticados horizontalmente e fazem a função de quase dois monitores menores. Por exemplo: Um monitor UltraWide de 25” equivale a altura de um de 20” porém mais largo, conseguindo assim uma área maior para colocar mais jane

A montagem de estações com 3, 4 ou 6 monitores é feita com suportes especiais e você vai precisar de uma placa de vídeo adequada.

Sugestões:

Sugestões de configuração de Computador para Day Trade

Agora que você já conheceu bem os componentes de um computador, vamos te passar algumas sugestoes de configuração e links:

Desktop ou All-in-One

  • Processador INTEL Core i3, ideal Core i5 ou AMD equivalente
  • Memória DDR4 mínimo de 4GB, ideal 8GB (2 pentes de 4GB)
  • Placa mãe marca ASUS ou GigaByte (pode ser onboard com no mínimo 1gb de memória de vídeo integrada).
  • Hd de 1TB 7200 rpm serial Ata, ideal colocar SSD de 240 GB (Excelente ganho na performance)
  • Fonte de alimentação de no mínimo, 400w real.
  • Monitor de 19,5” LG ou Samsung.
  • Nobreak SMS ou APC de 600va.

Sugestões de Desktop:

Notebook

Seguir as configurações acima, com algumas exceções:

  • Não precisa preocupar com a fonte pois ela já vem adequada do fabricante.
  • Monitor normalmente são de 14” ou 15.6” mas existem modelos mais caros com monitores maiores.
  • Não precisa de nobreak pois a bateria interna já faz está função.

Marcas tradicionais sugeridas: DELL, HP, Lenovo, Acer, Asus, Samsung.

Sugestões de Notebook:

Conclusão e Dicas Finais

Se você é iniciante e possui apenas um notebook, isto não é o ideal mas não te impede de começar.

Assim que for progredindo na carreira de trader, invista em um desktop e vá melhorando sua trading station aos poucos.

Afinal, não é comprando o melhor equipamento possível que você vai ser o melhor trader, não é?

Muitos se iludem com o glamour da profissão e gostam de ostentar suas salas de trading, com 12 monitores ou coisas assim…Mas o que importa é saber operar!

Não é o numero de monitores, ou a capacidade da memoria RAM do seu PC que vai por dinheiro no seu bolso.

Um bom equipamento é importante, mas foque principalmente em entender como o mercado realmente funciona e construir sua consistência aos poucos usando seu conhecimento, vivência e gerenciamento.

Esperamos, sinceramente que este artigo tenha te ajudado,

Grande Abraço e Bons Trades!