Você já ouviu falar do tão famoso livro de Mark Douglas, Trading in The Zone?

Pois bem, arrisco dizer que muitos ouviram falar, alguns leram, mas poucos compreenderam a ponto de aplicar essa ‘técnica mental’ na sua vida de trading.

Quem foi Mark Douglas?

Mark Douglas, iniciou no trading em 1978 gerindo uma agência de seguros nos subúrbios de Detroit.

Em 1981 mudou para Chicago e tornou-se um corretor na Merrill Lynch. Nove meses depois perdeu quase tudo que tinha.

Isso fez viver uma experiência ímpar e fazer dela um aprendizado único sobre o papel da psicologia do trading.

Foi então que iniciou essa dura e longa jornada para tentar desvendar esse mistério paradoxal, tão simples e complexo ao mesmo tempo, que é o ‘ser um trader consistente, trader vencedor, ’.

Em 1982 começou a escrever seu primeiro livro, The Disciplined Trader: developing winning atitudes (O Trader disciplinado: desenvolvendo atitudes vencedoras) o qual só foi publicado sete anos depois, em 1990.

Após esse projeto passou os últimos 17 anos a dissecar a dinâmica psicológica por detrás do trading tendo desenvolvido métodos eficazes para ensinar os princípios do sucesso.

Hoje é considerado um dos principais trading coachs que já passaram por este planeta.

No ano de 2000, Mark Douglas, publicou sua verdadeira ‘obra prima’, o livro Trading in the Zone que em 11 capítulos apresenta pontos fundamentaispara aqueles que desejam ter como profissão, seja ela primária ou secundária, o trading.

E que, primordialmente, buscam uma ascendente e consistência neste ‘árduo’ mundo de trading.

Trading in The Zone – Um Breve Resumo

Logo na introdução percebemos uma sinceridade e transparência, um ‘rasgar o verbo’ que de fato mostra uma realidade dura e verdadeira.

“Para os principiantes, o único desafio parece ser encontrar uma forma de ganhar dinheiro. Mas quando  percebem que nem sempre as dicas e conselhos dos mais experientes ou outras formas de justificar a compra ou a venda de ativos não funcionam de forma consistente, descobrem que precisam desenvolver ou adquirir uma estratégia confiável. Depois disso, negociar devia ser fácil, certo? Bastaria seguir as regras e o dinheiro começa a cair no colo! Garantidamente….. Porém,  não é isso que se vê nas estatísticas onde 95 por cento dos traders de futuros perdem todo o seu dinheiro durante o primeiro ano de atividade.”

No primeiro capítulo o autor já apresenta um tema instigador e polêmico, ‘O caminho para o sucesso: Análise fundamental, análise técnica ou análise mental?’. Apresenta brevemente os pontos de cada escola e o quão importantes ou não essas são para as operações no mercado de valores e futuros.

Muitos conhecem as duas primeiras escolas citadas, mas poucos conhecem e entendem a ‘análise mental’, tão importante e valiosa.

Nos quatro capítulos seguintes vemos pontos chaves e importantes de comportamento diante as operações/trading: o fascínio, assumir responsabilidades, estado mental e a percepção. Aqui podemos entender claramente como somos falhos em atuar no mercado e os perigos que assumimos em manter o emocional estritamente envolvido, comprometendo assim o sucesso do trading.

No capítulo sexto, o autor nos apresenta a ‘característica mais elementar do mercado: Capacidade de se comportar numa combinação quase infinita de formas’. Ou seja, o mercado é um ‘sistema’ impossível de prever, trabalhamos com variáveis e probabilidades que não nos dão certeza absoluta, mas sim possibilidades, sinais de possíveis vantagens em uma direção do que noutra. O mercado é imensurável, inesgotável e indefinido.

Nos quatros capítulos posteriores o autor nos apresenta pontos importantes e atitudes que se bem aplicada podem nos favorecer de forma vantajosa quando estivermos na frente dos indicadores e assim tomarmos melhores decisões, de forma mais segura e tranquila.

A essência do trader, termos de probabilidades; as convicções e suas naturezas; são características e comportamentos que podem ser vitais no dia a dia com o mercado.

No decimo primeiro e último capítulo o autor fecha com ‘chave de ouro’: Pensar como um Trader. Neste capítulo ele mostra a fase mecânica; o observar a si mesmo, a autodisciplina, convicção da consistência.

É preciso que alcancemos a fase de executar de forma natural e mecânica as operações sem que qualquer sentimento emocional seja envolvido, mantendo uma postura “neutra” diante as consequências, sem querer culpar alguém ou mesmo a nós.

É preciso permitir que o game seja jogado e visto de dentro, no processo e em sua centralidade e não pelas arquibancadas como mero torcedor. E por fim, buscarmos atravessar o limiar da consistência:

“A característica determinante que separa os ganhadores de todas as outras pessoas é esta: os ganhadores alcançaram um estado mental, um conjunto único de atitudes, que lhe permite manter-se disciplinado, concentrado e, acima de tudo, confiante, apesar das condições adversas.” 

Douglas, Mark (2001), Trading in The Zone. EUA: Prentice Hall Press.

Avatar

Rafael Iasi

Rafael Iasi é o idealizador do site Day Trader Pro. Atua no mercado como day trader independente desde 2013 e é um dos pioneiros na difusão da moderna analise de fluxo de ordens no Brasil. Desde meados de 2015 vem colaborando, através de artigos, vídeos e cursos, na formação de milhares de outros day traders que acompanham o site, canal do youtube e mídias sociais da Day Trader Pro.

View all posts