mini dolar
Aprenda Day Trade

Payroll – O Relatório que Move o Mercado Financeiro

O Payroll é um relatório econômico divulgado nos EUA que indica quantas pessoas estão empregadas e recebendo salário na economia americana, excluindo-se o setor primário. Também conhecido como Nonfarm Payroll, é um importante indicador para o mercado financeiro e costuma gerar muita volatilidade e expectiva quanto a seus resultados.

Neste artigo exclusivo você vai entender o que é payroll, seu impacto na economia mundial, como interpretar seus dados e dicas de como se comportar durante sua divulgação.

Vamos começar?

O Que é o Payroll

A tradução da palavra Payroll é, simplesmente, “folha de pagamentos”. Sendo assim, o payroll é o relatório mensal que indica a situação da folha de pagamentos da economia americana.

Seu “nome completo” é Nonfarm Payroll pois seus dados não contabilizam os empregos do setor primário da economia, notadamente o setor agrícola.

Quando é divulgado o payroll?

O Payroll é divulgado pelo pelo Bureau of Labor Statistics, as 8:30 da manhã do horário de Washington, toda primeira sexta-feira do mês.

Porém, devido a feriados e situações especiais, pode acontecer dele cair, ocasionalmente, na segunda sexta-feira do mês.

Fique atento pois, devido ao horário de verão, tanto nos EUA quanto aqui do Brasil, dependendo da época do ano, os dados do payroll podem ser divulgados aqui as 9:30, 10:30 ou até 11:30!

Mas, normalmente, o horário aqui no Brasil (horário de Brasília) possui 1h de diferença para Washington e o payroll é divulgado as 9:30 por aqui mesmo.

Como Interpretar o Payroll

Junto do relatório de empregos é divulgado, também:

  • taxa de desemprego
  • média de horas trabalhadas
  • variação do salário médio anual
  • variação do ganho médio mensal
  • payroll do setor privado
  • payroll do setor de manufatura

Como todo dado econômico, há três números a se olhar: o dado do mês anterior, a projeção para o mês atual e o valor real observado no mês.

O que passou já foi, então não haverá impacto o valor do mês anterior, servindo somente como uma referência.

Os dois grandes números a se observar são a projeção e o dado em si.

Por que a projeção importa?

No mercado financeiro, se há uma projeção para um determinado dado o valor que ela traz ao ativo onde ela tem impacto já está precificado.

O que isso significa?

Vamos dizer, por exemplo, que há a expectativa de uma criação de 100 mil empregos na economia americana (que é um dado fraco).

Esta expectativa baixa já está sendo considerada no preço, por exemplo, do contrato futuro de dólar.

Isso vale para qualquer dado, de qualquer ativo, de qualquer mercado, de qualquer país!

Se uma determinada empresa tem uma expectativa ‘x’ de lucro para o trimestre em questão, não adianta você comprar a ação um dia antes achando que ela vai bombar, pois, essa expectativa já está no preço.

O que pode, sim, acontecer é o dado vir muito acima ou abaixo do esperado, criando outros movimentos.

Portanto, é muito importante ter o entendimento que a expectativa do payroll já está no preço dos ativos onde ele impacta.

O Impacto do Payroll na Economia

Os números do payroll revelam a saúde da economia americana como um todo.

Em geral, um número positivo mostra que as empresas estão crescendo e contratando, o que vai fazer com que essas pessoas gastem com produtos e serviços, acelerando o crescimento da economia.

Essa expectativa de aceleração ou desaceleração da economia tem impacto na taxa básica de juros dos EUA, que por sua vez impacta em demais setores da economia local e global.

Os dados impactam em todo o mercado de moedas (forex), juros (bond market) e nas bolsas de todo mundo.

De uma forma genérica, bons números fortalecem o dólar e a bolsa americana.

Não significa que será ruim para bolsa brasileira ou que necessariamente o dólar vai subir, pode acontecer justamente o contrário.

Uma maior confiança na economia americana pode dar ao investidor mais confiança para fazer negócios dentro do nosso país, ou seja, há uma “transmissão” dessa confiança através do mercado de moedas.

Esse impacto positivo é bom para o Real, para a bolsa e para os juros brasileiros. Claro que isso depende também, e muito, da saúde da nossa própria economia.

Se estivermos passando por uma crise muito ruim e os dados forem muito bons lá fora, os investidores não vão ter incentivo suficiente para deixarem seus dólares no país, o que vai ocasionar numa grande fuga de capitais, enterrando a bolsa e fazendo o dólar ir às alturas.

Nada é tão simples assim.

Lembra-se quando disse que a projeção importa?

Se o dado do payroll vier em linha com o esperado, dificilmente haverá um movimento relevante nos mercados.

Claro que terá sempre aquele movimento especulativo, mas, grandes e relevantes movimentos de grandes players, não, pois, já montaram suas posições de acordo com as previsões.

Não devemos esquecer que junto do payroll há outros dados sendo revelados. Um desses dados é também de grande importância, que é a média de ganhos por hora.

De nada adianta a economia americana ter gerado mais empregos se a variação da média de ganhos for negativa.

Isso significaria que as empresas estão contratando mais, porém, a salário muito mais baixos, o que não se reverteria em consumo futuro, freando a economia.

Como dito, nada é tão simples. As entrelinhas importam!

Tão importante quanto essa variação são as horas trabalhadas. A lógica é a mesma: menos horas trabalhadas, menos dinheiro no bolso do trabalhador e menos consumo.

Histórico dos dados

Payroll History

No gráfico acima vemos o Payroll histórico desde 1990.

Os períodos em cinza são as recessões. Note como a variação de emprego é negativa nessas datas, o que é normal em qualquer recessão ou depressão econômica.

Em 2010 o mercado de trabalho americano encolheu a níveis vistos em 2004 e só retomou seu número pré-crise em 2014.

E aqui vemos que não é só no Brasil que essas coisas acontecem (embora aqui seja mais penoso).

O que mais ele reporta?

Além de todo o já citado, o relatório informa quais setores da economia foram os que mais geraram empregos.

Assim, tanto o governo americano como os empresários podem identificar não só quais setores da economia são os mais e menos carentes de emprego, como, também, quais setores estão freando a economia.

Para mais detalhes, cheque o relatório completo clicando aqui.

Como se Comportar Durante o Payroll

O primeiro passo, com certeza, é ter tempo de tela e vivência de mercado para atuar durante o payroll.

Se você nunca operou o payroll na conta real, continue assim até entender o que está acontecendo e o que os dados mostram para você.

Comece no simulador observando a volatilidade do ativo.

Fique de olho no que acontece minutos antes do payroll.

O book de ofertas fica vazio, os traders desligam os robôs (HFTs) e ficam à espera dos dados.

A espera da divulgação e a falta de liquidez

Enquanto a divulgação não sai o mercado fica em compasso de espera e a liquidez seca.

Nas imagens abaixo vamos checar o que acontece no book de ofertas minutos antes de soltarem o relatório do payroll. O ativo é o contrato de dólar futuro.

Book
Book

Note como a partir das 11h15 a liquidez começa a ficar menor no mercado do dólar.

(O payroll estava sendo divulgado as 11:30 nesta epoca devido aos horarios de verão aqui e la fora)

Às 11h20 e 11h25 a liquidez começa a ficar escassa.

Um minuto antes da divulgação a liquidez praticamente some.

Mercado sem liquidez é extremamente perigoso, pois, fica sujeito à grandes oscilações, dificultando o trabalho do trader.

Dicas Finais

Uma coisa que não podemos deixar de comentar é em relação à estabilidade da plataforma, bem como da sua corretora.

Como algumas vezes a divulgação dos dados gera muita volatilidade e volume no mercado, podem acontecer perdas de estabilidade por parte dos OMS das corretoras, quedas de conexão temporária das plataformas e até problemas na própria B3!

Por isso, fique atento e tenha atenção quanto a operar durante o payroll, evitando se expor de forma excessiva. Resumindo, é altamente recomendado não estar muito alavancado durante este evento!

O importante é que você entenda o que acontece antes e durante a divulgação e porque. Assim estará mais preparado e atento aos movimentos.

Esse é o nosso objetivo!