Day Trade é um método de negociação nos mercados financeiros que tem como objetivo obter lucros com a compra e venda de ativos financeiros ao longo do dia. O day trader (profissional que realiza o day trade), não fica com posições no final do dia. Ele compra e vende no mesmo dia ficando com o lucro (ou prejuízo) das operações.

Day trade é nossa especialidade e este artigo é um guia completo pra te ajudar a entender udo sobre day trade.

Vamos explicar como funciona o day trade, quais os custos e riscos envolvidos nestas operações, quanto ganha um day trader e mais!

Além disso, queremos te dar todo o suporte para que você decida se o day trade na bolsa de valores é um tipo de operação adequado ao seu perfil.

Pra facilitar sua leitura, colocamos abaixo um índice deste artigo.

Então, vamos começar a aprender tudo sobre day trade?


O Que é Day Trade

A palavra “trade” significa “negócio”, em inglês.

No ambiente da bolsa de valores e dos mercados financeiros, um trade é um negocio feito com com ações, contratos futuros, opções e etc.

Por exemplo, quando um trader compra 10.000 ações da Petrobrás (PETR4) , falamos que ele fez um trade de compra.

Caso, algum tempo depois, ele decida vender estas 10.000 ações da Petrobrás, este investidor fez novamente um trade, vendendo.

Neste exemplo, o trader pode ter obtido lucro ou prejuízo, de acordo com a diferença dos preços negociados na compra e na venda.

Quando estes trades são feitos durante um mesmo dia, dizemos que este trader (negociante) fez um day trade.

Aí então está a chave para entender o que é day trade:

A junção da palavra day (dia) e trade (negócio), significa que um day trade é um negócio que se inicia e encerra no mesmo dia, na bolsa de valores.

Simples assim!

Curiosidade: Você sabia que este tipo de operação na bolsa de valores pode movimentar, em alguns ativos, até 60% de todo volume negociado?

Por isso o day trade é uma das principais formas que os traders profissionais usam para ganhar dinheiro no mercado financeiro.

Ou seja, o objetivo de quem realiza estas operações é ganhar na variação dos preços de forma rápida, podendo estas operações durar de segundos a poucas horas.

Apesar de simples há muitas nuances a serem observadas neste negócio.

Quem Faz Day Trade

No mercado existem várias pessoas negociando day trade, desde o trader pessoa física até grandes instituições.

Gestores de fundos e os grandes bancos montam e desmontam posições todos os dias e o tempo todo.

O trader pessoa física que entra neste mercado vai negociar junto com “gente grande”, por isso a necessidade do trader pequeno (que somos todos nós perto destas grandes instituições) se qualificar bem o suficiente para poder nadar no mesmo mar que eles.

Não existe e nem é preciso faculdade para ser trader, entretanto, persistência e estudo constante são elementos fundamentais para um trader de sucesso.

Qualificações Necessárias

Como dito, o trader não necessita ter faculdade ou qualquer curso “formal”.

A principal coisa que o trader precisa é persistência.

O caminho de aprendizado é árduo, porém, as recompensas são muito boas, também.

Claro, o trader precisa estar constantemente atualizado com o mercado, desde as notícias até novas técnicas de leitura.

Como Funciona o Day Trade

Em poucas palavras, o day trade funciona comprando barato e vendendo caro, ou seja, comprando na baixa e vendendo na alta do ativo.

Suponhamos que o preço de uma determinada ação neste momento seja de R$ 10,00.

Caso você compre 10.000 ações e alguns minutos depois você consiga vender por R$ 10,05, você fez um day trade e lucrou R$ 500,00 nesta operação (10.000 ações x 5 centavos de lucro por ação).

No mercado financeiro, os ativos negociados não são somente as ações: existem as opções, contratos futuros, commodities, forex e outros.

A parte boa é que você pode fazer estes tipos de trades de forma completamente eletrônica, de sua casa através de um computador conectado à internet.

É o chamado Home Broker que os clientes de corretoras têm acesso (para mais informações clique no link).

Valor Mínimo

Na realidade, não existe um valor mínimo para fazer day trade.

Hoje em dia está tão barato operar contratos futuros que com apenas R$ 25 você já tem margem para negociar um lote de mini-dólar (veremos mais sobre margem de garantia adiante).

Isso não quer dizer que com 25 reais você já deva iniciar o day trade, apenas serve como referência de preços.

Onde Comprar e Vender

Veja este gráfico que mostra a movimentação dos preços de uma ativo negociado na bolsa de valores em apenas um dia de negociação.

Grafico PETR4 intraday day trade

No eixo X (horizontal) temos a escala do tempo e no eixo Y (vertical) vemos a escala do preço.

Perceba a variação que ocorre nos preços durante este dia.

O day trader busca identificar oportunidades para fazer trades rápidos e com boa probabilidade de acerto para, então, lucrar com este tipo de variação dos preços.

Sendo assim, trata-se de um “investimento” de curtíssimo prazo, onde a sua estratégia é ter ganhos rápidos, evitando ao máximo o prejuízo utilizando-se de ordens stop e outras estratégias de gerenciamento de risco.

Aí vem a pergunta: como saber a hora de comprar ou vender?

Para responder a esta pergunta existem várias escolas de análise para serem usadas.

Veremos adiante algumas escolas de análise.

Escolas de Análise

Análise Técnica

A mais conhecida e usada no mundo inteiro é a escola de Análise Técnica.

Esta metodologia consiste em tentar prever o movimento dos ativos analisados (ações, contratos futuros, forex, etc) com base no histórico de preços e volume negociados.

Retirado de nosso artigo sobre análise técnica.

Para um melhor e mais amplo conhecimento sobre a mesma, leia nosso artigo.

Em suma, o que esta escola faz é se basear nas cotações e padrões gráficos passados para prever o preço futuro.

Entretanto, os fundamentos dos ativos analisados são totalmente desconsiderados.

O que é legal nesta escola é que ela é bem intuitiva e fácil de se entender e, usando da maneira correta, é de grande valor para o trader.

Análise Fundamentalista

Esta escola é utilizada entre os investidores de médio a longo prazo.

Ela se baseia em lucros, dividendos, múltiplos das empresas, macroeconomia, política e etc.

Para investidores, como o famoso Warren Buffett, o que importa são os fundamentos da empresa, logo, estes investidores de longo prazo fazem uso da análise fundamentalista para tomar suas decisões sobre a compra ou venda de uma determinada ação, independente do que o gráfico esteja mostrando no curtíssimo prazo.

Os investidores que usam esta escola têm um horizonte bem maior do que o do day trader, então, faz sentido que se apoie em bases mais sólidas do que apenas gráficos do dia.

Price Action

Também conhecida como Naked Trading, o Price Action é uma espécie de análise técnica que não usa indicadores.

Ela relaciona os desenhos formados nos candlesticks dos gráficos para ajudar o trader a tomar sua decisão.

Em nosso artigo sobre Price Action você encontra bastante informação sobre ele.

Tape Reading

Em sua pesquisa sobre day trade, muito provavelmente, se deparou com essa expressão: Tape Reading.

Também conhecido como “Análise de Fluxo de Ordens”, esta escola analisa a movimentação dos preços (o fluxo) através das análises das ordens de compra e venda no mercado.

Toda a dinâmica da movimentação do preço e as ordens é analisada por essa escola, com o fim de dar um “sinal” ao trader de entrar num determinado negócio.

Market Profile

O Market Profile tem uma proposta diferente.

Sua diferença já começa na forma de ver os gráficos, que, no lugar de linhas ou candles tem letras.

É uma escola muito profunda e subjetiva onde mostra a estrutura do mercado através destes conjuntos de letras, chamados de TPO.

Embora seja comum encontrar alguns a usando como um indicador, ela não dá sinais de compra e venda, mas, sim, nos mostra a estrutura do ativo analisado.

Como Iniciar no Day Trade

O day trade pode ser feito por qualquer pessoa física e é uma atividade totalmente legal e regulamentada pela bolsa de valores.

Escolhendo sua Corretora

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora de valores.

Geralmente, o processo é muito rápido e com pouca burocracia.

A abertura desta conta na corretora funciona como abrir uma conta no banco, com a vantagem de toda documentação necessária poder ser enviada online, sem necessidade de deslocamento físico do trader/investidor.

Para escolher sua corretora é muito importante que você entenda alguns conceitos envolvidos nesta escolha.

Pensando nisso, preparamos um artigo específico sobre isso onde orientamos como escolher sua corretora para day trade.

Recomendamos a leitura deste artigo, pois, explicamos em maiores detalhes como escolher sua corretora.

A versão curta: você manda cópias de seus documentos via internet e, assim que aprovado seu cadastro, você pode começar a investir enviando dinheiro via DOC ou TED a partir de seu banco.

Operando via Home Broker

Após a abertura da conta e transferência do capital para a corretora, o trader já poderá enviar ordens de compra e venda no mercado.

Para tal, todas as corretoras oferecem o chamado Home Broker, que é uma plataforma de negociação online.

Visite nosso artigo sobre Home Broker onde explicamos, em detalhes, como funciona esta plataforma online.

Já vamos te adiantando: o Home Broker oferecido pelas corretoras não é adequado para o day trading profissional, embora para começo de carreira você até possa usar para se “ambientar”, não é recomendável o trading por este meio.

Plataformas Profissionais

Assim, você precisará de uma plataforma profissional para receber os dados de negociação em tempo real, podendo ler e analisar o mercado de ações ou futuros.

Estas plataformas podem ser contratadas de duas formas:

  1. Contratação através de sua corretora: neste caso, as corretoras costumam dar um bom desconto na sua mensalidade da plataforma, ao preço de você ficar comprometido em só enviar ordens por essa corretora, sendo esta a forma de contratação mais adequada ao iniciante.
  2. Contratação com a fornecedora da plataforma: contratando diretamente com a desenvolvedora do software, você terá a vantagem de ter a plataforma “multi broker”, ou seja, poderá rotear suas ordens e operar por qualquer corretora.

Margem de Garantia e Alavancagem

<\div>

É importante que você vá se familiarizando com dois conceitos que estão sempre presentes na vida do day trader

  • Margem de Garantia
  • Alavancagem

Os day traders trabalham muito alavancados e vamos explicar o que é isso.

Margem de Garantia

A margem de garantia exigida pela sua corretora não deve ser confundida com a margem de garantia exigida pela B3 (bolsa).

Margem de Garantia – Bolsa

A margem de garantia é um valor em reais exigido pela B3 em operações com contratos futuros para garantir seu cumprimento.

Como o próprio nome diz, é uma “garantia” que o trader deixa.

É como um “cheque calção” e o valor exigido depende de qual ativo você vai operar (negociar).

Quando o trader deixa uma posição aberta de compra ou venda de um contrato futuro na BM&F, um percentual do valor deste contrato é exigido como garantia para que ele mantenha a posição.

Quando o trader fecha sua posição (se ele comprou, fecha vendendo e vice-versa) o valor da margem é devolvido para o trader.

Como o day trader abre e fecha suas posições no mesmo dia, esta margem nunca chega a ser cobrada do mesmo, visto que ele não deixa posições abertas.

Para se ter uma ideia, para deixar apenas um mini-contrato de dólar aberto, a uma cotação de R$ 3,80, o trader precisaria deixar como garantia em torno de R$ 5.700 (mais ou menos 15% do valor da posição).

Margem de Garantia – Corretora

Para o day trader, quem cobra a margem para negociação de contratos futuros é a própria corretora.

Por exemplo, há corretoras atualmente cobrando entre R$ 25 e R$ 200 de margem por mini-contrato de dolar.

Ou seja, para operar um mini-contrato de dólar o trader teria que deixar bem menos do que R$ 5.700 em sua corretora.

Para ações, não há margem de garantia: o trader opera com seu próprio capital ou com ele alavancado (veremos alavancagem no próximo tópico).

Alavancagem

O termo alavancagem é usado para para o ato de utilizarmos uma valor financeiro maior do que aquele que realmente possuímos.

É um tipo de empréstimo (ou financiamento), onde utilizamos recursos de terceiros para multiplicar a rentabilidade de uma operação.

Por exemplo, se a sua corretoras oferece alavancagem de até 20 vezes, e você possui R$ 10.000 depositados em sua conta na corretora, você pode operar até R$ 200.000 de valor financeiro.

Então, vamos supor que você queira fazer a compra de 10.000 ações de Petrobrás e o preço dela está R$ 20.

Neste caso, por causa da alavancagem oferecida por sua corretora, você não precisa ter R$ 200.000 na conta.

Como a corretora te dá 20x de alavancagem para day trade, você só precisa de R$ 10.000 para operar.

Por isso, o day trader trabalha alavancado.

Contudo, antes de ficar fazendo contas mirabolantes de quanto você pode ganhar com pouco dinheiro, lembre-se:

A alavancagem funciona tanto para os ganhos como para as perdas: vamos a um exemplo prático, supondo uma ação de 20 reais.

Day Trade Alavancagem
Imagem retirada de nosso curso Day Trader Começando do ZERO.

Note como uma diferença de apenas 5% na operação pode fazer você perder tudo (quando trabalhando alavancado).

Ordens STOP

Se você já ouviu falar em ordens stop, então já deve saber de sua importância.

Caso nunca tenha ouvido falar, saiba que ela é a melhor amiga do trader!

Existem alguns tipos de ordens stop, vamos falar delas aqui.

Stop Loss

A ordem stop loss é uma ordem utilizada pelos traders para sair de trades que não foram a favor de sua posição (daí o loss [perda] no nome).

O trader costuma entrar em seus trades com um stop loss já definido, ou seja, ele já sabe o máximo que irá perder caso a operação não vá a seu favor.

Caso você não use esta ordem e o mercado vá contra você de forma muito rápida e agressiva, você poderá perder muito dinheiro!

Não usar stop loss é um erro.

Outro erro muito comum (principalmente entre os iniciantes) é alongar o stop quando percebe que o preço do ativo está quase nele.

Ou seja, o preço vai contra e o trader aumenta o stop na esperança de que o preço vá a seu favor a partir dali.

Se o objetivo do stop loss é limitar sua perda até um nível aceitável, por que mover o stop para um nível não aceitável para sua conta?

Não mova seu stop loss!

Stop Móvel (Trailing Stop)

O stop móvel é uma ordem onde você trava o ganho quando o trade vai a seu favor.

O princípio é o mesmo do stop loss: o trader deixa uma ordem stop para, caso o preço chegue naquele determinado preço, a ordem seja disparada tirando o trader do negócio com lucro.

Conforme o preço vai indo a favor do trader ele move o stop junto, travando seu lucro.

Assim, caso haja uma reversão no mercado e o trade comece a ir contra o trader, seu lucro já estará garantido.

Start de Compra ou Venda

Esta é outra maneira de se usar as ordens stop.

Neste caso, ela também é chamada de start, pois, a ideia é entrar no trade em um determinado nível de preço, e não sair.

Vamos dizer que o trader veja determinado nível de preço como bom para entrar, comprado ou vendido, caso o ativo analisado atinja aquele patamar.

Então, o trader deixa uma ordem stop (ou start) de compra ou venda para, a partir dali, entrar no trade.

O uso desta ordem não anula as demais, ou seja, o trader pode (e deve), após a entrada no trade, definir seu stop loss normalmente.

Os Custos Operacionais do Day Trade

O custo das operações de day trade é composto por três variáveis principais: O custo bolsa, corretagem e imposto de renda.

Entretanto, há outros custos envolvidos: no total, falamos de 7 custos para o trader.

1) Custo Corretagem

Este é o custo mais barato do trader, o de corretagem, cobrado pela sua corretora.

A cada negócio feito, sua corretora fica uma parte para custear toda sua estrutura.

É justo!

É de vital importância a cobrança de corretagem para manutenção da tecnologia da empresa.

Existem corretoras hoje com corretagem zero, porém, cuidado: o serviço prestado também pode ser zero!

Geralmente as corretoras oferecem pacotes fechados e que melhoram os custos finais para o cliente.

2) Custo Bolsa

O custo bolsa varia de acordo com o ativo operado, mas, é basicamente calculado como uma porcentagem do valor financeiro movimentado em seus trades.

Este é um custo que é cobrado pelas bolsas  e você pode conhecer melhor estes custos diretamente no site da B3.

3) Custo IR

A alíquota para as operações de day trade é de 20% e não há isenção!

A apuração do imposto devido em caso de lucro é mensal, e o pagamento através de uma DARF 6015.

Temos um artigo específico e detalhado sobre como declarar imposto de renda para day trade.

4) Custo Infraestrutra

Para o trader montar um setup operacional completo (cadeira, mesa, PC, etc), com conforto e sem luxo, deverá gastar em torno de R$ 5.000.

Este custo engloba o PC/Notebook, cadeira, mesa, NoBreak e outros.

Isso sem considerar os custos mensais de energia e internet.

5) Custo Loss

Ninguém gosta de perder, claro.

Nosso cérebro não foi programado para lidar com perdas, mas, elas acontecem, e no day trade fará parte de seu dia-a-dia.

O loss simplesmente acontece, não desanime!

Por que ele é um custo?

Porque a cada dia que perdemos é como se déssemos um passo para trás, conforme mostra a tabela abaixo:

Custo Loss

Acima, vemos a relação entre a perda e o ganho necessário para zerar a conta.

6) Custo Educação

Talvez um dos principais custos do trader.

Não pense que só iniciante gasta com educação, o trader profissional também gasta.

Isto porque ele deve manter-se constantemente atualizado com o mercado e suas ferramentas.

Livros, cursos, palestras: tudo faz parte da formação do trader.

7) Custo Oportunidade

Com certeza, o maior de todos!

Este é o custo que envolve, além de dinheiro, tempo.

Dinheiro, vai e vem.

Tempo, não volta!

A não ser que o Doc tenha concluído o projeto da DeLorean, você só ficará mais velho.

Aplicar bem seu dinheiro e tempo é fundamental!

Quanto Ganha um Day Trader

Bem, pode-se ganhar muito dinheiro e, também, perder muito dinheiro!

Tudo depende da habilidade, experiência e estudo do trader.

A verdadeira pergunta que você deve se fazer é:

Quanto eu consigo ganhar como day trader?

Existem traders autônomos que tem como meta diária algo acima de 5 dígitos (mais de R$ 100.000).

Mas, será que esta pode ser sua realidade?

Você estaria disposto à arriscar o que estes “super traders” arriscam e, muitas vezes, perdem?

Arriscando um padrão, temos que, passando a fase inicial de aprendizagem, uma meta diária de R$1.000 é algo como o “salario mínimo” de um day trader profissional.

Com o tempo de tela e com o talento necessário, esta meta diária pode ir subindo pra R$ 2.000, depois R$ 5.000 e, teoricamente, o céu é o limite!

Metas realistas

Isto é muito importante: o trader deve ter metas realistas.

“Vou ganhar R$ 1.000 por dia”

De onde este número saiu? Quanto o trader vai ter que se alavancar para isso? Quanto está arriscando para conseguir chegar neste número? Vai conseguir, consistentemente, os R$ 1.000? Quantos dias de loss poderá ter?

Então, veja, não é tão simples como por um número na cabeça e pronto.

O trader precisa ter todo um gerenciamento de risco e performance para poder formular um número.

Paciência e persistência

Como disse anteriormente, persistência é necessária na formação de um day trader.

Não é uma profissão como qualquer outra e é necessário perder antes de começar a ganhar, faz parte do jogo!

Não conhecemos trader algum que tenha começado ganhando e que se manteve consistente, são normais as perdas na fase de aprendizado!

O trader tem que ter a paciência de ganhar de colher ante de conseguir um balde de dinheiro.

É Possível Viver de Day Trade?

Question mark

Tornar-se um day trader consistente é, realmente, uma das tarefas mais difíceis e desafiadoras que existem.

Poucos são os que possuem todos os requisitos atingir a excelência e alta lucratividade nesta profissão.

Porém, é  importante que você saiba que sim, é possível se viver de day trade!

Tornar-se um day trader consistente e lucrativo é uma maravilhosa realidade para aqueles que conseguem vencer os desafios do processo de aprendizado.

Lembre-se: Em qualquer atividade que envolve alta-performance, sabe-se que a taxa de sucesso é muito baixa.

Um estudo realizado em Março de 2019 feita pela Fundação Getúlio Vargas revela que cerca de apenas 10% dos day traders têm lucro.

Gerou muita polêmica a pesquisa, pois, não foi fundo nos motivos do “por que”.

De qualquer jeito, nos mostra que este é um “esporte de elite”.

Além de todas as questões técnicas descritas, o day trading também exige um alto controle emocional e auto-conhecimento.

A maioria desmerece a importância dos fatores psicológicos envolvidos nesta profissão e este acaba sendo um dos principais fatores do fracasso (de estar dentro dos 90%).

A (dura) Realidade do Day Trade

Day trade Trader

Nossa intenção e compromisso com este artigo é transmitir a visão mais realista e objetiva sobre o day trade, seus riscos e oportunidades.

Para a grande maioria, ser um day trader parece ser a “melhor profissão do mundo”.

Você trabalha de casa (ou de qualquer lugar que tenha uma boa conexão com a internet), algumas horas por dia, ganha muito dinheiro e diz adeus ao seu chefe!

Poucos são os que enxergam os “lados sombrios” desta atividade.

Porém, nós da Day Trader Pro, temos uma missão e responsabilidade:

Sempre ressaltar que a atividade de day trading exige um alto comprometimento, muitas de horas de vivência do mercado financeiro, um ótimo treinamento e um mindset adequado.

Trata-se de uma atividade que envolve contato constante com os riscos de perda financeira.

Nunca há a certeza se um trade vai dar certo ou não, apenas probabilidades.

Um day trader de sucesso é, simplesmente, aquele que aprende a identificar as situações onde existem boas probabilidades de acerto.

Esta é uma vitória pessoal e não existe uma ciência exata que possa te levar ao sucesso.

Não existem formulas prontas!

Para chegar ao nível de excelência e lucratividade, existe um longo e pessoal caminho.

Dicas para Vencer como Day Trader

Idea

Então, para finalizar este artigo, deixamos algumas “dicas de ouro” para que você, que está estudando e descobrindo o day trade, comece com o mindset correto.

  • prepare-se para uma formação à médio e longo prazo.
  • busque um entendimento profundo do mercado.
  • pense em aprender primeiro, os resultados são consequência.
  • respeite sua real condição financeira.
  • aperfeiçoe sua maturidade emocional.

Seguindo estes conselhos acima suas chance de sucesso aumentam consideravelmente!

Sabemos que sua cabeça neste momento deve estar cheia de ideias e vontade imensa de se aprofundar ainda mais nos estudos, não é?

Bons estudos e bons trades!

Avatar

Rafael Iasi

Rafael Iasi é o idealizador do site Day Trader Pro. Atua no mercado como day trader independente desde 2013 e é um dos pioneiros na difusão da moderna analise de fluxo de ordens no Brasil. Desde meados de 2015 vem colaborando, através de artigos, vídeos e cursos, na formação de milhares de outros day traders que acompanham o site, canal do youtube e mídias sociais da Day Trader Pro.

View all posts