Aprenda Day Trade

Bandas de Bollinger

Bandas de Bollinger é um indicador técnico muito popular, usado por traders em mercados de ações, futuros e forex.

É usado para:

  • Determinar níveis de sobrecompra e sobrevenda.
  • Acompanhamento de tendência.
  • Monitoramento de rompimentos.

Gráfico com Bandas de Bollinger.

Como Funciona

A linha central em verde claro é uma média móvel do preço dos últimos ‘x’ períodos.

Tradicionalmente, é usada a média móvel simples (MMS) de 20 períodos, contudo, o trader pode e deve ajustar de acordo com sua estratégia (tanto o tipo de média quanto o período).

As bandas inferior e superior, em roxo, são dois desvios-padrões da média móvel.

O que é desvio-padrão?

O desvio-padrão é uma medida de dispersão em torno da média de uma série de dados.

A série de dados, no caso, são os preços.

Assim, temos a média de preços e quanto o preço variou em torno desta média.

Observe o exemplo a seguir:

Dois exemplos de ações e seus respectivos desvio-padrão.

Se os preços iniciais, finais e média são iguais, por que o desvio padrão da ação B é pouco mais que o dobro que o da ação A?

Resposta: dispersão.

Note como na ação B os preços divergem muito mais para cima e para baixo da média (linha laranja).

Na ação A os preços “abraçam” mais a reta média (laranja), ou seja, a dispersão é menor.

Voltando ao indicador o que temos:

  • Uma linha de média móvel no centro.
  • Duas bandas com distância de dois desvios-padrões.

Sinais

Sobre-compra e Sobre-venda

Um sinal muito utilizado para este indicador é o de sobrecompra e sobrevenda.

A ideia por trás é a de retorno à media: quando o preço “furar” o limite superior ou inferior da banda, entrar comprado (se inferior furado) ou vendido (se superior furado).

Sinais de compra e venda com o indicador.

O perigo com essa técnica, no entanto, é quando o ativo está em tendência.

É muito comum em dias direcionais que o ativo saia da banda em direção a tendência, fazendo com que o trader entre na ponta errada caso ele entre no trade.

Sinais com ativo em tendência.

No gráfico acima temos um ativo em tendência de alta.

Observe que se o trader entrar contra a tendência nos falsos sinais de venda (‘X’ em vermelho), vai acabar perdendo todos os trades.

Assim, o trader deve esperar por um sinal de compra (setas verdes), já que a tendência é de alta.

Num mercado de lado, no entanto, costuma funcionar bem, já que o ativo fica negociando em torno da média, como mostra o gráfico a seguir:

Sinais com ativo lateral.

Acompanhamento de Tendência

Este sinal é composto de duas bandas de Bollinger:

  • Uma de 2 desvios-padrões.
  • Uma adicional de 1 desvio-padrão.

O indicador fica assim:

Duas bandas de Bollinger sobrepostas.

A ideia nesta estratégia de acompanhamento é que o trader siga a tendência monitorando os preço que ficam entre o primeiro desvio-padrão e o segundo.

A área que fica sobreposta com os desvios-padrões seria de neutralidade.

Quando o ativo estiver entre o 1 DV (desvio-padrão) e 2 DV na área superior, é região de compra; Quando estiver na região inferior, região de venda.

Como mostra o gráfico a seguir:

Acompanhamento de tendência.

Observe que quando o ativo engata uma tendência como é respeitada a região de compra e venda.

Este acompanhamento acontece porque conforme a volatilidade do ativo aumenta quando em tendência, o desvio-padrão também aumenta, levando as bandas a se expandirem.

O contrário também é válido: as bandas se contraem quando a volatilidade é menor.

Então, enquanto o ativo se movimentar para um só lado, as bandas expandirão, acompanhando o movimento.

Rompimentos

Quando um ativo vem de um momentum e começa a distribuir por muito tempo, as bandas começam a se contraírem.

Nesta estratégia a ideia é comprar ou vender no rompimento da banda.

Estratégia de consolidação e rompimento.

Veja no gráfico acima como fica claro o rompimento desta consolidação.

É importante notar como as bandas se contraem até quase ficarem do tamanho do candlestick no final da consolidação.